*Artigos (Peer reviewed)

25. (Com Walter Maurício Costa de Miranda e Alexandre Rocha Violante). A Articulação entre Diplomacia e Poder Militar nas Grandes Estratégias de Rio Branco e Amorim. Coleção Meira Mattos, v. 15, n. 53, 2021, p. 185-205.

24. (Com Daniel Edler Duarte) Securitising COVID-19? The politics of global health and the limits of the Copenhagen School. Contexto Internacional, 2021, no prelo.

23. (Com Bruno Carvalho) A pele do Leviatã e a geopolítica do vírus: a noosfera como território político dos afetos. Sul Global, v. 2, n. 1, 2021, p. 111-139.

22.  O Uso de Simulações e Cultura Popular para o Ensino de Relações Internacionais. Estudos Internacionais, v. 8, n. 1, 2020, p. 27-43.

21. (com Ana Paula Tostes) Storytelling como ferramenta de aprendizado ativo. Carta Internacional, v. 14, n. 2, 2019, p. 221-243.

20. (com Luiza Bizzo Affonso) The Role of Humanitarian Cooperation in Brazilian Foreign Policy as a Strategy of Soft Power (2003-2016). Austral: Brazilian Journal of Strategy & International Relations, v. 8, n. 15, p. 185-202, 2019.

19. (com Luiza Bizzo Affonso) O Papel da Cooperação Humanitária na Política Externa Brasileira como Estratégia de Soft Power (2003-2016). Austral: Brazilian Journal of Strategy & International Relations, v. 8, n. 15, p. 195-212, 2019.

18. (com Luiza Bizzo Affonso) The Politics of Humanitarian Interventions. Revista Da Escola de Guerra Naval, v. 24, p. 435-462, 2018.

17. (com Luiza Bizzo Affonso) A Política das Intervenções Humanitárias. Revista Da Escola de Guerra Naval, v. 24, p. 428-455, 2018. 

16. (Com Cristina Inoue) Contribuições do Aprendizado Ativo ao Estudo das Relações Internacionais nas universidades brasileiras. Meridiano 47 n. 18, 2017, p. 1-15.

15. (com Ana Paula Tostes) Reflexões Teóricas sobre Justiça Internacional: revisitando Hedley Bull. Revista Eletrônica do Curso de Direito da UFSM 12 (1), 2017, p. 237-254.

14. (com Yesa Portela Ormond) The United States And its Allies are on the Right Side of History”: a Guerra Global ao Terror e suas representações. Revista Mural Internacional 7 (2), 2016, p. 234-247.

13. Política Externa Brasileira e Multilateralismo: o que esperar do novo governo. Cadernos Adenauer, ano XVII, v. 4, 2016, p. 45–59.

12. Relevância política ou avanços epistemológicos? Um sinal de otimismo para o campo da Segurança. Revista Mundorama, n. 102, 2016.

11. (com Ana Paula Tostes) A Inserção Internacional Brasileira por meio da consolidação das normas de prevenção de conflitos e proteção aos civis em conflitos armados: possibilidades a partir da Responsabilidade ao Proteger. Revista da Escola de Guerra Naval, n. 21, v. 1, 2015, p. 63-82.

10. (com Gustavo Carvalho) Soft power, hard aspirations: Brazilian foreign policy strategies and the dilemmas of power projection. Brazilian Political Science Review, v. 8, 2014, p. 66-94.

9. O Discurso Político do Mercosul: o binômio segurança-insegurança nas relações Brasil-Argentina. Revista Sul-Americana de Ciência Política 1 (1), 2013, p. 77-90.

8. A Securitização do Mercosul: notas teóricas sobre segurança e a atuação de grupos domésticos na estabilização da política. Revista Mural International, Ano III, n. 1, 2012, p. 37-44.

7. A Política de Identidade nas Novas Guerras e a Problematização da Diferença: notas a partir da cultura e da identidade. Revista da Escola de Guerra Naval 17, 2012, p. 65-85.

6. Statebuilding through Liberal Means: thinking about challenges, contradictions, and the impacts of local and international players in postwar peace operations. International Studies Review 13 (3), 2011, p. 637-646.

5. (com Miriam G. Saraiva) Brazil: potencia regional con intereses globales. Dialogo Politico 4, dezembro de 2011, p. 99-119 (Argentina).

4. Combinando Teoria e Prática na Criação de um Programa: experiências em um curso de Guerra e Paz, Política Hoje 20(1), 2011, p. 7- 35.

3. Política, Emancipação e Humanitarismo: uma leitura crítica da Escola Inglesa sobre a questão da intervenção humanitária. Contexto Internacional 31(2), 2009, p. 319-349.

2. O Tratamento de Fatores Econômicos pelas Teorias de Segurança Internacional. Relações Internacionais no Mundo Atual 10, 2009, p. 63-90.

1. Os Desafios Impostos pelas Novas Guerras às Missões de Paz. Revista da Escola de Guerra Naval 13, 2009, p. 94-117.


*Livros

1. (com Cristina Inoue) Relações Internacionais no Brasil: ensino e aprendizado ativos e outras histórias. Campina Grande: Editora Universidade Estadual da Paraíba, 2018.


*Capítulo de Livros

14. (Com Jacques Alas de Matos e Cristina Inoue). Teaching IR in the Global South: Views from Brazil and the Global South.. Capítulo para o livro Teaching International Relations, James M. Scott, Ralph G. Carter, Brandy Jolliff Scott e Jeffrey S. Lantis (eds.). Northampton: Edward Algar Publishing, 2021 (no prelo).

13. (Com Monique Sochaczewski). Brasil y el Multilateralismo: desde la tradición hasta los cambios radicales. Capítulo para o livro “Multilateralismo: perspectivas latinoamericanas”, Winfried Weck (ed.). Panama City: Konrad Adenauer Stiftung, 2020, p. 39-53.

12. (Com Monique Sochaczewski). Política Externa Brasileira, Multilateralismo e Saúde: algumas reflexões. Capítulo para o livro Desenvolvimento Sustentável, Democracia e Política Exterior em Tempos de Crise, Jamile Bergamaschine Mata Diz e Jorge Lasmar (eds.). Belo Horizonte: Arraes Editores, 2020, 264-288. 

11. A OTAN Global E Seus Impactos Na Segurança Do Hemisfério Ocidental Sul. Capítulo para o livro Novos Rumos Da Política Na União Europeia E Os Desdobramentos Na América Latina, Série Relações Brasil União Europeia v. 9, Reinaldo J Themoteo (ed.). Rio de Janeiro: Fundação Konrad Adenauer, 2020, p. 35-53.

10. Disciplinary Dungeon Master. Capítulo para o livro Pedagogical Journeys Through World Politics: Adventures in Teaching, Jamie Frueh (ed.). New York: Palgrave Macmillan, 2020, p. 209-218.

9. (com Soraya Fonteneles de Menezes). Relações Internacionais e o Mar: um olhar a partir das instituições internacionais. Capítulo para o livro Estudos Marítimos: teorias e métodos, Francisco Eduardo Alves de Almeida e William Moreira de Souza (eds.). São Paulo: Editora USP, 2019, p. 123-150.

8. (com Rafael Zelesco Barretto). Secessão Terapêutica como Resposta aos novos Conflitos Armados: notas teóricas e políticas. Capítulo para o livro Direitos Humanos e Vulnerabilidades e Direito Humanitário, Liliana Jubilut e Rachel de Oliveira Lopes (eds.). Boa Vista: Editora da Universidade Federal do Roraima, 2019, p. 151-176.

7. Contribuições da prevenção de Conflitos à política externa brasileira: notas e reflexões. Capítulo para o livro V Conferência sobre Relações Exteriores: O Brasil e as tendências do cenário internacional, Sérgio Eduardo Moreira Lima; Augusto W. M. Teixeira Júnior. (Org.). 1ed., Brasília: Fundação Alexandre de Gusmão, 2018, p. 149-172.

6. (com Manoela Assayag). Simulações e Aprendizado em Relações Internacionais. Capítulo para o livro Relações Internacionais no Brasil: ensino e aprendizado ativos e outras histórias, Marcelo M. Valença e Cristina Inoue (eds.). Campina Grande: Editora Universidade Estadual da Paraíba, 2018.

5. (com Cristina Inoue). O Ensino de Relações Internacionais no Brasil. Capítulo para o livro Relações Internacionais no Brasil: ensino e aprendizado ativos e outras histórias, Marcelo M. Valença e Cristina Inoue (eds.). Campina Grande: Editora Universidade Estadual da Paraíba, 2018.

4. Realismo Político. Capítulo para o livro Manual de Teorias de Relações Internacionais, Ricardo B. Weber e Cristiane Romeo (eds.)., 2017 (no prelo).

3. The role of International Law in the current upsurge of conflicts. Capítulo para o livro Might and Right in World Politics, Jan Woischnik (ed.). Rio de Janeiro: Fundação Konrad Adenauer, 2016, p. 39-51.

2. The Imperatives and Hazards of Humanitarian Intervention. Capítulo para o livro International Security: a European-South American Dialogue, Felix Dane (ed.). Rio de Janeiro: Fundação Konrad Adenauer, 2014, p. 341-359.

1. (com Fernando Malta) Fronteira Amazônica e Integração Sul-Americana. Capítulo para o livro América Latina e os Conflitos Fronteiriços, Clovis Brigagão (ed.). Rio de Janeiro: GAPCon, 2010.


*Relatórios e working papers

4. (com Miriam G. Saraiva) A Política Externa Brasilia e sua Projeção International: um projeto caracterizado pela continuidade. CEBRI Artigos, Vol. 1, Ano VII, n. 32, 2012, Rio de Janeiro.

3. (com Susanne Gratius) Urban Violence in Caracas and Rio de Janeiro: local and European responses. Initiative for Peacebuilding, FRIDE, 25 p., dezembro de 2011, Madri. Versão traduzida para o português

2. (com Leonardo P. Neves e Christiane Sauerbronn) Bolívia: o papel da sociedade civil. GAPCon Working Paper Series, 2007, Rio de Janeiro, Brazil.

1. (com Paulo G. O. Ramos) A Questão Nuclear nas Relações Diplomáticas Brasil-Estados Unidos. Série IRI Textos 26, 2004, 22 p., Rio de Janeiro

*Resenhas de Livros (Book reviews)

2. Electing to Fight: why emerging democracies go to war. Contexto Internacional, 28 (2), 2006, p. 567-577.

1. Taming the Sovereigns. Contexto Internacional 27 (2), 2005, p. 465-478.


*Editoriais (Op-eds)

5. Brazil: inevitable choices. IPRIS Lusophone Countries Bulletin, janeiro de 2010, p. 12-13, Lisboa.

4. Para se Evitar uma Nova Ruanda ou Prenúncio de uma Tragédia?. Radar do Sistema Internacional (RSI), 2007.

3. De olhos voltados para Darfur. RelNET, Setembro de 2006, Brasília.

2. A Importância da credibilidade para o fim do conflito entre Israel e Líbano. RelNET, Agosto de 2006, Brasília.

1. Política e Nacionalismo na América do Sul. Jornal do Commercio, 03 de agosto de 2006, p. A-19, Rio de Janeiro.